close
Freak.Mus

Freak.Mus – Ozzy Osbourne e os animais indefesos

ozzão
Há quem diga que ele é o príncipe das trevas, o favorito do capiroto, o exu sem luz do metal, o maior inimigo do bátema (ba-dum-tss). John Michael Osbourne ou apenas Ozzy, é considerado o pai do heavy metal britânico. Polêmico, o vocalista do Black Sabbath esteve envolvido em diversas tretas ao longo de sua carreira, principalmente quando o assunto era animaizinhos indefesos. Conheça algumas dessas histórias:

Bátema que se cuide…

Durante um show nos estados Unidos em 1982, um morcego caiu no meio do palco. Em meio a toda adrenalina, Ozzy pensou se tratar de um morcego de borracha, e lançou aquela dentada gulosa no bicho. Acontece que era um morcego de verdade, e em meio aquela jorrada de sangue, os fãs vieram a loucura e imediatamente o show parou. O cantor foi levado para um hospital e teve de tomar uma vacina antirrábica. Além do susto, Ozzy ainda teve que aguentar a igreja na sua cola.

A pomba gira até perder a cabeça…

doves

A bizarrice de Ozzy não era nada comparada à de sua esposa, Sharon. Em 1981, uma reunião com sua gravadora havia sido marcada, provavelmente seria para renovar um contrato ou algo parecido. Sharon tinha lá suas “peculiaridades”, então pediu que Ozzy levasse duas pombas para soltar após o fechamento da renovação. Acontece que os planos não saíram conforme o esperado, e em um momento de fúria, Ozzy retirou uma das pombas do bolso e a decapitou com os dentes, e ainda cuspiu a cabeça no colo de uma secretária. Compreensivo, não?

Cade a formiguinha? Mati.

Em 1984 Ozzy se juntou em uma turnê com a banda Mötley Crüe. Regados a álcool e drogas, durante uma parada em um hotel na Flórida, Ozzy viu uma carreira de formigas marchando. Seria algo completamente normal, exceto pelo fato de sua estranha reação: inalar as coitadas como se fosse uma carreira de cocaína.

Bônus: Decreto “Ozzy Osbourne”

zozzy-osbournedg
Em 1982, Ozzy iria se apresentar na cidade de Bakersfield, na Califórnia. Durante uma reunião do Conselho Municipal, a prefeita informou que “um astro do Rock que iria se apresentar na cidade, e tinha como costume degolar um pássaro com os dentes no decorrer ou ao fim de suas performances”. Como não havia nenhuma lei proibindo tal prática, a prefeita solicitou ao Conselho uma adoção de um Decreto de Emergência para proibir a ação. Resultado: “Decreto Ozzy Osbourne”, votada e aprovada por unanimidade a lei municipal de emergência que proibia a morte de animais durante performances teatrais.

“Nenhuma pessoa deve, nem por meio do uso de dispositivo, máquina ou aparelho, mutilar, prejudicar ou matar intencionalmente qualquer animal, incluindo aves, durante qualquer performance teatral ou musical ao vivo na cidade” (Ord. 2749 § 1 [part], 1982).

Tags : freak.musozzy osbourne
lucasdepaes

O autor lucasdepaes

Ex garoto de programa, publicitário e criador do @sonoramus