close
Precisamos Falar sobre

Precisamos Falar Sobre… We Are The Fallen

watf

Em 2009, o ex-guitarrista e co-fundador da Evanescence Ben Moody fundou a We Are The Fallen. Há quem diga que a banda nada mais é que um cover da Evanescence. A semelhança é grande, mas não tanto assim… Adentraremos um pouco essa história e mostrar que existe uma certa similaridade, e que realmente precisamos falar sobre ela.

We Are the Fallen

Começo ou Fim?

Após mutas tretas e divergências com a vocalista e fundadora da Evanescence Amy Lee, Ben Moody chutou o pé da barraca no meio durante uma turnê e saiu da banda. O guitarrista se dedicou a atuar, produzir trilhas sonoras e músicas para outras bandas e cantores. Celine Dion, Avril Lavigne, Daughtry e Kelly Clarkson fizeram parte dessa lista. Em meio a esses trabalhos, Ben iniciou a sua gravadora e seu primeiro álbum solo.

Não é novidade pra ninguém que Amy Lee surta às vezes e sai brigando com Deus e o mundo. Em 2007, Amy atacou novamente, dessa vez o guitarrista John LeCompt. O motivo de sua saída nunca pode ser revelado devido ao contrato da banda (Amy Lee já estava prevenida). O baterista Rocky Gray levou as dores do amigo e se demitiu da banda. Fora da Evanescence, eles investiram em um projeto chamado Machina.

Nessa mesma época, a cantora Carly Smithson participava do programa American Idol. A cantora era conhecida na Irlanda pelo fracasso de vendas do seu primeiro disco solo, no qual a gravadora gastou cerca de 2 milhões para produzir e obteve apenas 300 cópias vendidas em seus três primeiros meses de lançamento.

Nos Estados Unidos, Carly ganhou reconhecimento durante  o programa por interpretar várias músicas de grandes bandas de rock, dentre elas a Evanescence (É assustadora a semelhança de sua voz e aparência com a de Amy Lee).

am-car

Mesmo com memoráveis performances, a irlandesa foi eliminada do programa. A saída parecia o fim de uma carreira, mas Ben Moody viu como oportunidade para uma nova.

Os Quatro Renegados

Ben jamais escondera sua paixão que sempre tivera pela Evanescence. Mesmo fora, era como se houvesse ainda algo da sua tão querida banda ainda presente em sua vida. O som da Evanescence assombrava sua vida (referência a Wishper, pegou essa?). Dois ex-membros de sua antiga banda e uma grande vocalista era o que ele precisava para suprir essa ausência. Assim nasceu em 2009 a We Are the Fallen.

Fallen foi o primeiro disco da Evanescence e, de forma bem irônica, a origem do nome da nova banda de Ben. Como já existia uma banda chamada Fallen, uma sútil mudança permitiu que a possível indireta para Amy Lee fosse certeira.

Tear The World Down

Ainda em 2009, o primeiro single da banda foi divulgado. Bury Me Alive teve uma boa aceitação do público, mas era de se esperar comparações com as músicas da Evanescence. De fato o som lembrava, já era de se esperar. Ter ex-membros, estar no mesmo gênero musical, vocalista feminina com voz extremamente idêntica. Caberia ao disco decidir se a We Are The Fallen era uma banda única ou apenas um Evanescence B.

Tear The World Down foi lançado em 2010, e mostrou que mesmo com as inúmeras críticas, a We Are The Fallen era mais que uma mera sombra da Evanescence. O timbre de Carly se mostrava mais grave do que o de Amy e o instrumental não trazia nenhum traço da antiga banda. Como toda banda de gothic rock, há baladinhas melosas, muito piano e letras extremamente depressivas.

We Are The Fallen foi o último respiro sonoro de Ben Moody atrelado a Evanescence. A banda foi apenas um disco, uma alfinetada e nada mais. A banda realizou turnês durante quase dois anos e está em hiato desde então. Atualmente Ben produz um programa de podcasts, Rocky Gray segue em carreira solo, John LeCompt está em um projeto chamado Even Devils Die e Carly Smithson engravidou no final de 2012, se dedicando ao filho e carreira solo.

Tags : ben moodyevanescenceprecisamos falar sobrewe are the fallen
lucasdepaes

O autor lucasdepaes

Ex garoto de programa, publicitário e criador do @sonoramus
  • Rubens dos Santos

    uma pena, eu gostei da banda, apesar da semelhança com evanescence, acho até melhor tecnicamente, a Carly canta mais a Amy, inclusive já vi uma piada sobre o nome We Are The Fallen: Nós somos o Fallen (o primeiro álbum do evanescence) kkkkkk claro que o nome coincidir com a piada é só mera conhecidencia…. ou não

    • Sonora

      Não acredito que seja apenas coincidência. Fallen pode ser traduzido também como renegados. Os membros da We Are the Fallen eram a formação antiga do Evanescence, os “renegados” demitidos por Amy. É coincidência demais… Kkk

      • Rubens dos Santos

        é verdade kkkkkk não tinha pensado nesse ponto, não ia demorar muito para eles virarem um meme musical.

        • Sonora

          Os fãs da banda ainda estão a espera de um novo disco, mas acho bastante difícil…

          • Rubens dos Santos

            sim, para mim o We Are The Fallen foi uma daquelas bandas alternativas de um disco só. Como Call Me No One, Closure e etc… 2010 para 2017, é tempo demais.

          • Sonora

            Ben realmente esperava que a banda decolasse, mas não foi o que aconteceu. É meio frustrante, mas a indústria musical é instável. Por mais que um som tenha grande qualidade, nem sempre fará sucesso.